Conselhos

Vida e obra de Damien Hirst, controverso artista britânico

Vida e obra de Damien Hirst, controverso artista britânico


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Damien Hirst (nascido em 7 de junho de 1965) é um controverso artista britânico contemporâneo. Ele é o membro mais conhecido do Young British Artists, um grupo que abalou a cena artística do Reino Unido na década de 1990. Algumas das obras mais famosas de Hirst apresentam animais mortos preservados em formaldeído.

Fatos rápidos: Damien Hirst

  • Ocupação: Artista
  • Conhecido por: Membro-chave dos Jovens Artistas Britânicos e criador de obras de arte controversas, às vezes chocantes.
  • Nascermos: 7 de junho de 1965 em Bristol, Inglaterra
  • Educação: Ourives, Universidade de Londres
  • Trabalhos selecionados: "A impossibilidade física da morte na mente de alguém que vive" (1992), "Pelo amor de Deus" (2007)
  • Cotação notável: "Fui ensinado a enfrentar coisas que você não pode evitar. A morte é uma dessas coisas."

Início da vida e carreira

Damien Hirst (nascido Damien Steven Brennan) nasceu em Bristol e cresceu em Leeds, Inglaterra. Mais tarde, sua mãe o descreveu como uma criança mórbida, interessada em imagens terríveis e terríveis de doenças e lesões. Esses assuntos posteriormente informariam algumas das obras icônicas do artista.

Hirst teve vários desentendimentos com a lei, incluindo duas prisões por furto em lojas. Ele falhou em várias outras disciplinas acadêmicas, mas conseguiu arte e desenho. Damien frequentou a Escola de Arte Jacob Kramer em Leeds e, no final dos anos 80, estudou arte na Goldsmiths, Universidade de Londres.

Em 1988, em seu segundo ano na Goldsmith, Damien Hirst organizou uma exposição estudantil independente intitulada Congelar em um prédio vazio da Autoridade Portuária de Londres. Foi o primeiro evento significativo organizado por um grupo que se tornaria conhecido como Jovens Artistas Britânicos. A versão final da exposição incluía duas pinturas icônicas de Hirst: manchas multicoloridas em fundo branco ou quase branco, pintadas à mão com tinta de casa brilhante.

Sucesso Internacional

Primeira exposição individual de Damien Hirst, Apaixonado e desapaixonado, ocorreu em uma loja vazia na Woodstock Street, no centro de Londres, em 1991. Durante esse ano, ele conheceu o empresário iraquiano-britânico Charles Saatchi, que se tornou o principal consumidor.

Saatchi se ofereceu para financiar qualquer arte que Hirst quisesse criar. O resultado foi um trabalho intitulado "A impossibilidade física da morte na mente de alguém que vive". Consistia em um tubarão preservado em formaldeído dentro de um tanque. A peça fez parte de uma das primeiras exposições de Jovens Artistas Britânicos na Galeria Saatchi em 1992. Como resultado da atenção da mídia em torno da peça, Hirst ganhou uma indicação para o Turner Prize do Reino Unido por jovens artistas ilustres, mas perdeu para Grenville Davey.

Em 1993, o primeiro grande trabalho internacional de Hirst na Bienal de Veneza foi intitulado "Mãe e Filho Divididos". O trabalho incluiu uma vaca e um bezerro cortados em seções e exibidos em tanques separados. No ano seguinte, Hirst exibiu uma peça semelhante: "Longe do rebanho", que apresentava uma ovelha preservada em formaldeído. Durante a exposição, o artista Mark Bridger entrou na galeria e derramou tinta preta no tanque, depois ofereceu um novo título para o trabalho: "Ovelha Negra". Bridger foi processado, mas a pedido de Hirst, sua sentença foi leve: dois anos de liberdade condicional.

Em 1995, Damien Hirst ganhou o Prêmio Turner. Na segunda metade da década, ele apresentou shows solo em Seul, Londres e Salzburgo. Ele também começou a dirigir videoclipes e curtas-metragens, e formou a banda Fat Les com os atores Keith Allen e Alex James, do grupo de rock Blur. No final da década, os Jovens Artistas Britânicos, incluindo Hirst, eram vistos como uma parte essencial da cena artística dominante no Reino Unido.

Carreira posterior

Em 10 de setembro de 2002, um dia antes do aniversário de um ano dos ataques terroristas do World Trade Center de 11 de setembro de 2001 na cidade de Nova York, Hirst divulgou um comunicado descrevendo os ataques como "uma espécie de obra de arte por si só". A indignação foi rápida e severa. Uma semana depois, ele emitiu um pedido de desculpas público.

Depois de conhecer Joe Strummer, da banda The Clash, em 1995, Damien Hirst se tornou um grande amigo do guitarrista. No final de 2002, Strummer morreu de ataque cardíaco. Hirst afirmou que teve um efeito poderoso: "Foi a primeira vez que me senti mortal".

Em março de 2005, Hirst exibiu 30 pinturas na Galeria Gagosian, em Nova York. Eles levaram mais de três anos para serem concluídos e foram baseados em fotos tiradas principalmente por assistentes, mas concluídas por Hirst. Em 2006, ele apresentou o trabalho: "Mil Anos (1990)". Ele contém um ciclo de vida de larvas eclodindo dentro de uma caixa, transformando-se em moscas e alimentando-se de uma cabeça de vaca sangrenta e cortada em uma vitrine de vidro. O caso incluía moscas vivas zumbindo, muitas das quais foram eletrocutadas em um dispositivo projetado para afastar insetos. O famoso artista Francis Bacon elogiou "A Thousand Years (1990)" em uma carta a um amigo um mês antes de sua morte.

Em 2007, Hirst apresentou a peça "For the Love of God", um crânio humano copiado em platina e cravejado com mais de 8.600 diamantes. A única parte do crânio original incluída são os dentes. O preço do trabalho foi de US $ 100.000.000. Ninguém o comprou na exposição original, mas um consórcio que incluía o próprio Hirst o comprou em agosto de 2008.

Elogios e críticas

Damien Hirst ganhou elogios por atrair novo interesse nas artes através de sua personalidade de celebridade e senso de drama. Ele ajudou a trazer a cena artística britânica de volta a destaque internacionalmente.

Seus apoiadores, incluindo seu benfeitor Saatchi e muitos outros artistas conhecidos, dizem que Hirst é um showman, mas que é essencial obter a atenção do público. Ele é mencionado às vezes na companhia de mestres do século XX, como Andy Warhol e Jackson Pollock.

No entanto, os detratores questionam se há algo artístico sobre animais mortos e preservados. Brian Sewell, um Evening Standard crítico de arte, disse que a arte de Hirst "não é mais interessante do que um pique empalhado sobre uma porta de pub".

Um show de 2009 Hirst intitulado Nenhum amor perdido, que apresentou suas pinturas, recebeu críticas quase universais. Seus esforços foram descritos como "chocantemente ruins".

Controvérsia de plágio

Em 2000, o designer Norman Emms processou Damien Hirst pela escultura "Hymn", que era uma reprodução do Young Scientist Anatomy Set, desenhado por Emms e fabricado por Humbrol. Hirst pagou um acordo extrajudicial para duas instituições de caridade e Emms.

Em 2007, o artista John LeKay, um ex-amigo de Hirst, afirmou que a inspiração para muitos dos trabalhos de Hirst veio do catálogo da Carolina Biological Supply Company. Ele também afirmou que o crânio incrustado de diamantes intitulado "Pelo amor de Deus" foi inspirado pelo trabalho de crânio de cristal de LeKay em 1993.

Em resposta a várias outras alegações de violação de direitos autorais ou plágio, Hirst disse: "Como ser humano, ao longo da vida, você apenas coleciona".

Vida pessoal

Entre 1992 e 2012, Hirst viveu com sua namorada, Maia Norman. Eles têm três filhos: Connor Ojala, Cassius Atticus e Cyrus Joe. Sabe-se que Hirst passa grande parte de seu tempo privado em uma fazenda em Devon, Inglaterra. Ele também possui um grande complexo no México, onde vários artistas ajudam a realizar seus projetos em seu estúdio de arte.

Fonte

  • Gallagher, Ann. Damien Hirst. Tate, 2012.



Comentários:

  1. Makalani

    Peço desculpas, mas acho que você está errado. Escreva para mim em PM.

  2. Burton

    Eu acho que você está cometendo um erro. Eu posso provar. Envie -me um email para PM, discutiremos.



Escreve uma mensagem

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos